Diário da Manhã

sábado, 10 de abril de 2021

Notícias

Empresários de Pelotas querem colaborar na compra de insumos para a saúde

05 abril
08:50 2021

Durante as atividades Legislativas da semana, a Câmara Municipal de Pelotas recebeu representantes do grupo Movimenta Pelotas, que atualmente reúne 240 empresários e prestadores de serviços dos mais variados segmentos. O foco foi a busca por colaboração na compra de insumos para a saúde, de forma a contribuir com as questões sanitárias que envolvem o combate à Covid-19.

LEGISLADORES receberam empresários e suas demandas públicas

O Movimenta Pelotas apoia a continuidade da abertura dos estabelecimentos durante a semana, conforme o atual decreto, para que não aconteçam mais demissões de trabalhadores. Com essa permanência, a ideia dos empresários é arrecadar recursos destinados ao Executivo para que o mesmo possa adquirir insumos, como vacinas e respiradores. “A gente quer que a vacinação ande. Se tiver que comprar, vamos comprar para ajudar”, destacou o presidente da Câmara Pelotense do Livro, André Souza.

A empresária Márcia Valadão, lembrou que o comércio está respeitando todos os protocolos exigidos, como: distanciamento, uso de álcool gel e máscaras, além da limpeza dos espaços. Os empresários manifestaram também a solicitação de uma atenção especial da prefeitura nas fiscalizações, principalmente nos espaços públicos, que estão sendo pontos de aglomerações.

Comitê Municipal de Enfrentamento ao Coronavírus

Os representantes do movimento ainda reivindicam a participação de um representante dentro do Comitê de Crise instituído no Município, justificando toda a representatividade do coletivo que conta com 240 integrantes. Para isso, os empresários pedem a intermediação da Câmara a fim de conseguirem uma reunião com a Prefeita Paula Mascarenhas (PSDB).

FLEXIBILIZAÇÃO

Na conversa, os representantes do Movimenta Pelotas, acrescentaram que defendem a extensão do funcionamento até às 22h, apenas para os segmentos mais atingidos durante a pandemia, como lancherias, restaurantes, bares e os ginásios e quadras esportivas.

De acordo com Márcia Valadão, muitos estabelecimentos desses setores abrem apenas no período noturno, logo com o atual decreto Estadual, os mesmos não estão conseguindo trabalhar.

A empresária acrescenta que o apoio para ampliação é exclusiva as áreas citadas, lembrando que o grupo defende a permanência do horário atual para os demais segmentos, inclusive com o fechamento aos finais de semana.

LEGISLATIVO

Na mesma linha de pensamento, o presidente da Câmara de Vereadores, Cristiano Silva (PSDB), também defende a flexibilização, desde que esteja embasada na proteção da saúde pública. O assunto vem sendo discutido nas sessões ordinárias das últimas semanas.

“Estamos vivendo um momento sem precedentes, precisamos ser empáticos ao sofrimento das pessoas. As soluções precisam ser urgentes. O desemprego gerado pelos protocolos da pandemia também está causando problemas na saúde”, disse ele, após salientar que a economia interfere diretamente na imunidade e na saúde mental das pessoas. “Não podemos ser negligentes. Sem renda não há como comprar medicamentos e mantimentos ‘, conclui.

Recentemente o Chefe do Legislativo, encaminhou um documento ao Governador Eduardo Leite (PSDB), solicitando a ampliação dos horários para os segmentos citados. A carta teve o apoio e assinatura de 18 vereadores da Casa. Na tarde, desta quinta-feira (01/04), a prefeita Paula Mascarenhas, recebeu do presidente da Câmara de Vereadores de Pelotas as solicitações de intenção do grupo Movimenta Pelotas.

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções