Diário da Manhã

terça, 20 de abril de 2021

Notícias

GAUCHÃO : Brasil faz bom primeiro tempo, mas Inter domina e vence na etapa final

GAUCHÃO : Brasil faz bom primeiro tempo, mas Inter domina e vence na etapa final
29 março
08:59 2021

Xavante encarou o Colorado na primeira metade, mas trocas funcionam e time de Miguel Ramírez ganha outra para seguir líder

Por: Henrique König

Não deu. Pela 7ª rodada do Gauchão, no enfrentamento com o Inter, o Brasil equilibrou as chegadas no primeiro tempo, mas o domínio colorado foi evidente no segundo. Abel Hernández abriu o placar para o Internacional. De pênalti, Bruno Paraíba empatou. Mas, na etapa final, o volante pelotense Rodrigo Dourado aproveitou jogada na área para decretar a vitória vermelha e branca por 2×1.

O Inter é líder do Campeonato Gaúcho com 16 pontos. Já o Brasil novamente fica na parte de baixo, com 8 pontos em 7 rodadas. Na próxima, o Xavante enfrenta o Ypiranga de Erechim na quarta-feira (31), no Colosso da Lagoa, às 20h.

De pênalti, Bruno Paraíba empatou.

BOM PRIMEIRO TEMPO NA BAIXADA

O Brasil sofreu o gol muito cedo. Em falta cobrada da direita, a zaga deixou Abel Hernández receber, dominar e concluir. A impressão foi de impedimento no lance do gol do atacante uruguaio.

Aos 9’, o Brasil teve a chance do empate. Artur recebeu pela esquerda, cruzou, Marcelo Lomba deu um tapa de leve na bola, ela caiu para Bruno Matias, que soltou a bomba de canhota, mas o goleiro dessa vez defendeu firme.

Aos 16’, o Brasil chegou lá. Passe primoroso para Netto invadir a área e ser derrubado no trançapé de Edenilson, que acertou a bola, mas acertou o jogador xavante junto. O árbitro Roger Goulart marcou pênalti. O camisa 9, Bruno Paraíba cobrou firme. Marcelo Lomba para um lado, bola para o outro: 1×1 no placar.

O Inter gostava de ter mais a bola, mas a pegada xavante era firme, em uma boa primeira etapa. O Colorado arriscou duas bolas de longe. Uma defesa tranquila de Matheus Nogueira e um disparo do lateral Leo Borges direto

para fora. Aos 38’, Cristian fez tudo sozinho pela ponta direita, deixou três para trás, cruzou rasteiro, queimando a grama, mas a zaga do Inter safou antes de chegar em Bruno Paraíba. Quase a virada, aos 39’!

Mas em boa subida colorada, o lateral Rodinei, da esquina da área, chutou cruzado e ninguém conseguiu desviar para as redes. Em seguida, Edenilson, de muito longe, quase acordou a coruja, mas permaneceu 1×1.

INTER MELHORA E VENCE

Patrick entrou no intervalo, no lugar de Peglow. O carrasco xavante no Gauchão 2020 estava disposto novamente. Ele fez o segundo gol colorado aos 3’ da etapa final, mas foi marcada a falta de ataque: portanto, anulado.

O Brasil tentou a pressão em dois escanteios, mas o arremate mesmo foi depois com Netto, de longe, para defesa difícil de Marcelo Lomba no canto.

Com as entradas de Yuri Alberto e do também garoto Caio, o Inter se tornou bem superior, concentrando mais volume de jogo, em busca do gol da vitória. Foi em escanteio curto que Caio cruzou e a bola chegou em Rodrigo Dourado. O pelotense chutou forte para as redes: 2×1 para o Colorado.

A partir daí, domínio total do Inter, que perdeu pelo menos duas boas chances antes dos 30 minutos. Aos 34’, após falta cobrada da direita, Caio acertou a trave xavante. Minutos depois foi a vez de Praxedes desperdiçar grande chance, mandando por cima.

O Brasil ainda perdeu uma oportunidade excelente em contra-ataque com Netto, lance que não se pode perder contra os gigantes da capital. E na pressão final, a bola não entrou porque não quis. O último toque de cabeça na área do Inter foi pela linha de fundo e o árbitro encerrou a partida com vitória colorada por 2 a 1.

FICHA TÉCNICA: BRASIL 1×2 INTER

BRASIL: Matheus Nogueira; Vidal, Ícaro, Leandro Camilo e Artur; Everton Dias, Rômulo, Bruno Matias (Douglas Araújo), Cristian (Luiz Felipe), Netto e Bruno Paraíba (Leo Ferraz). Técnico: Aléssio Antunes.

INTER: Marcelo Lomba, Rodinei, Lucas Ribeiro, Victor Cuesta e Leo Borges; Rodrigo Dourado, Maurício (Nonato), Peglow (Patrick), Edenilson (Praxedes), Marcos Guilherme (Caio) e Abel Hernández (Yuri Alberto). Técnico: Miguel Ramírez.

  • ÁRBITRO: Roger Goulart
  • GOLS: Bruno Paraíba (BRA) | Abel Hernández e Rodrigo Dourado (INT)
  • Partida válida pela 7ª rodada do Campeonato Gaúcho, disputada no Bento Freitas, em Pelotas (27/03)

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções