Diário da Manhã

segunda, 17 de janeiro de 2022

Notícias

Intervenção em prédio marca Mês da Primeira Infância

Intervenção em prédio marca Mês da Primeira Infância
01 setembro
09:02 2021

O Brasil celebra, pela primeira vez, em agosto, o Mês da Primeira Infância. Para marcar essa iniciativa, Pelotas e mais nove cidades que fazem parte da Rede Urban95, mobilizaram-se  segunda-feira, em uma estratégia de intervenção urbana para chamar atenção sobre a importância de políticas públicas que priorizem gestantes, bebês, crianças e cuidadores (foto).

Mensagens como “Cuidar das crianças” e “Todos merecem um bom começo” foram projetadas no Largo do Mercado Central. A prefeita Paula Mascarenhas prestigiou o acontecimento e salientou a importância de cuidar da primeira infância.

“A gente tem dado passos cada vez mais largos para valorização da primeira infância. Essa é a política pública que mais importa e eu tenho muito orgulho do Município fazer parte da Rede Urban95”, destacou a prefeita.

A arquiteta e urbanista da Secretaria de Gestão da Cidade e Mobilidade Urbana, Carmem Roig, conta que o desafio de incrementar intervenções gráficas é chamar a atenção da sociedade sobre os cuidados com as crianças, para que tenham uma infância saudável.

“A cidade tem a responsabilidade de criar ambientes para que as crianças possam brincar e crescer com harmonia. Para isso, além de políticas públicas direcionadas para o tema da Primeira Infância, é fundamental que existam espaços públicos lúdicos, limpos, iluminados, seguros e confortáveis priorizando gestantes, bebês, crianças e cuidadores”, afirmou Carmem.

A iniciativa integra o eixo de Urbanismo do Pacto Pelotas pela Paz e visa fortalecer e desenvolver programas e políticas voltadas para o público infantil.

A REDE Brasileira Urban95 é uma iniciativa da Fundação Bernard van Leer e do Instituto Cidades Sustentáveis para promover, desenvolver e fortalecer programas e políticas públicas voltadas ao bem-estar e qualidade de vida das crianças de zero a 6 anos de idade.

As intervenções Urban95 ajudam as cidades a promover mudança de comportamento e buscam incluir a perspectiva de bebês, crianças pequenas e cuidadores no planejamento urbano, nas estratégias de mobilidade e nos programas e serviços oferecidos nos municípios. Por isso, considera a experiência de uma criança de 3 anos de idade que, em média, tem até 95 centímetros de altura.

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções