Diário da Manhã

quarta, 01 de dezembro de 2021

Notícias

MÚSICA : Show acústico reúne Carise Santos e Dija

MÚSICA  : Show acústico reúne  Carise Santos e Dija
20 outubro
08:50 2021

Quinta às 20h, “MPB de A a Z” com o reencontro de Dija Vaz e a cantora Carise

Por Carlos Cogoy

Com a retomada das apresentações presenciais, semana especial para o compositor e músico Dija Vaz. Na quinta, após um ano sem tocar, ele participa de show. Bajeense que, durante mais de trinta anos, residiu em Pelotas, entre 2018 e setembro do ano passado, esteve mostrando sua arte em Santa Catarina. De volta a Pelotas, com a pandemia, teve aguardar pela vacinação contra a Covid-19, e a consequente reabertura dos espaços ao público. E a retomada artística para Dija, será em boa companhia. Ele e a intérprete Carise Santos, estarão apresentando o show “MPB – de A a Z”. A programação terá em torno de duas horas, e começará às 20h de quinta. Como local, o restaurante e churrascaria Estância 21 – rua Andrade Neves 1.249 -, entre a General Telles e D. Pedro II. ENTRADA FRANCA.

Ensaio reunindo Carise Santos e o músico Dija Vaz

MPB – Carise informa que o duo, interpretará diferentes estilos e ritmos da Música Popular Brasileira (MBP). Entre os grupos e artistas, que integram o repertório: Gal Costa; Alcione; Elba Ramalho; Roberta Miranda; Alceu Valença; Gilberto Gil; Sula Miranda; Tim Maia; Jota Quest.

SIMPLES DESEJOS foi o CD lançado por Carise há cinco anos. No álbum de estreia, viabilizado pelo Programa Municipal de Incentivo à Cultura (PROCULTURA), ela interpreta MPB, bossa nova e samba. No disco, composições de pelotenses como Dudu Borba, Beto Porto, Janete Flores, Ricardo Fragoso e Solon Silva. Há treze anos, dedicando-se profissionalmente à música, Carise já participou de projetos como: Divas da MPB (2009); Homenagem a Leny Andrade (2010); especial Jazz e Bossa Nova (11); tributo a Gal Costa (12); homenagem a Dorival Caymmi (14); Brasileirinho (15). Também participou de iniciativas beneficentes como o “Entre Nós”, em parceria com a jornalista Fernanda Puccinelli. Além disso, menciona o trabalho voluntário como cozinheira, em projeto solidário dos magistrados de Pelotas. Durante a pandemia, Carise integrou lives da iniciativa.

DIJA – Na juventude ao chegar à cidade, o bajeense Dija trabalhou em livraria. Posteriormente, foi se dedicando ao violão, aprimorando-se tecnicamente, e estabelecendo parcerias musicais. Na trajetória de trinta anos, ele participou de inúmeros eventos e projetos, apresentando-se em diferentes espaços e casas noturnas. Em 2004, gravou de forma independente, seu trabalho autoral “Dija canta Ricardo Vaz”. Quase dez anos depois, em 2011, lançou o disco “Delirante Soul”, viabilizado através de projeto do Ponto de Cultura Outro Sul.

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções