Diário da Manhã

domingo, 24 de janeiro de 2021

Notícias

Pelotas permanece em bandeira vermelha

11 janeiro
08:39 2021
Classificação preliminar do Estado aponta que município ainda apresenta risco alto para contágio pelo coronavírus
Em mais uma rodada de classificação preliminar para indicar a gravidade da pandemia causada pelo coronavírus, Pelotas pemanece em bandeira vermelha  de acordo com o Modelo de Distanciamento Controlado Governo do Estado. É a segunda semana que o município apresenta alto risco para contágio pelo coronavírus.
Entre os indicadores  utilizados pelo Estado para a classificação do risco epidemiológico, pela segunda semana consecutiva Pelotas teve bandeira preta para  o número de leitos de UTIs livres em relação aos ocupados por pacientes com Covid-19.
Ainda de acordo com o Modelo,  a macrorregião em que Pelotas é o maior município,  apresenta um dos dois cenários:  baixa capacidade do sistema de saúde e média propagação do vírus ou  média/alta capacidade do sistema de saúde, porém alta propagação do vírus, o que caracteriza a bandeira vermelha.
A determinação passa a vigorar na próxima terça-feira (12) até dia 18 de janeiro.

Estado recebe cinco pedidos de reconsideração 

O mapa preliminar da 36ª rodada do modelo de Distanciamento Controlado recebeu cinco pedidos de reconsideração, contabilizados até as 6h deste domingo (10/1). Os recursos encaminhados por associações regionais e municípios são de locais classificados em vermelho que almejam a bandeira laranja.

O Rio Grande do Sul ficou quase todo vermelho na classificação prévia divulgada na sexta-feira (8/1): 19 das 21 regiões Covid estão com alto risco epidemiológico e apenas duas regiões – Ijuí e Santa Rosa – ficaram com risco médio, na bandeira laranja.

Os pedidos de reconsideração ao mapa preliminar serão analisados pelo Gabinete de Crise e o mapa definitivo será divulgado no site do governo do Estado às 16h30 de segunda-feira (11/1). A vigência das novas bandeiras será de 12 a 18 de janeiro.

Caso a classificação prévia seja mantida, as 17 regiões em bandeira vermelha que aderiram ao sistema de cogestão regional podem adotar os protocolos próprios compatíveis até o nível de restrição da bandeira laranja. Guaíba e Uruguaiana estão em vermelho e não aderiram à cogestão, portanto, devem seguir os protocolos determinados pelo Estado.

As regiões de Ijuí e Santa Rosa, classificadas em laranja, que estão na cogestão, podem utilizar protocolos de bandeira amarela, se estiver previsto no plano de cogestão.

Caso ainda não tenham sido enviados protocolos ou o plano regional não esteja vigente, o governo abre possibilidade de recepção imediata de padrões mais flexíveis até a bandeira imediatamente inferior, sem esperar prazo de 48 horas para submissão e validade de novo plano regional.

Confira os protocolos próprios de cada região em
https://planejamento.rs.gov.br/cogestao-regional

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções