Diário da Manhã

sábado, 06 de março de 2021

Notícias

THEATRO SETE DE ABRIL : Canteiro Aberto “EnCena”

18 fevereiro
08:51 2021

Artes cênicas, música e literatura, na visita virtual à obra de restauração

Por Carlos Cogoy

Pinturas de alvenarias internas, esquadrias, e elementos metálicos. Restauro dos guarda-corpos, divisórias dos camarotes, e aplicação de revestimentos, bem como a execução dos ladrilhos hidráulicos. Etapas da restauração do Theatro Sete de Abril – fechado há mais de dez anos -, neste começo de ano, e divulgadas pela construtora goiana Biapó. As informações estão no quarto episódio da programação audiovisual “Canteiro Aberto EnCena – Theatro Sete de Abril”. O “Canteiro Aberto” é um dos programas do Instituto Biapó, criado pela construtora para apoio ao patrimônio artístico-cultural. O primeiro vídeo sobre o Theatro Sete de Abril foi lançado em setembro, e os subsequentes em outubro, novembro e dezembro. No sábado, informa a atriz, bailarina, diretora e professora Roberta Pires – apresentadora dos episódios -, haverá gravação do quinto vídeo. Como local, o canteiro de obra do Sete de Abril. Um grupo já confirmado é o instrumental Sovaco de Cobra. Durante o mês, o episódio será postado no canal Construtora Biapó do Youtube, onde também podem ser assistidos os quatro primeiros vídeos.

Duo Xtrings toca no primeiro episódio da série

COMPROMISSO – No primeiro episódio, a construtora divulga que o objetivo com os vídeos é “democratizar o acesso aos serviços de restauração do prédio trazendo, virtualmente, todos para dentro do canteiro de obras. Entendemos que restaurar monumentos históricos, significa reviver na comunidade, seu passado e sua autoestima. Portanto, a abertura do canteiro de obras, traz a oportunidade de vivenciar o processo de recuperação do nosso Theatro, se inserir nesse contexto, e observar o cuidado com o qual o trabalho de restauração é feito. E despertar sua responsabilidade enquanto pelotense”.

EPISÓDIOS contam com apresentações artísticas e textos narrados por Roberta Pires. Permeando os vídeos, imagens e divulgação do andamento das obras. No primeiro vídeo, duo Xtrings com Tiago Marques (violão), e Pablo Cid Bember (violino), e os depoimentos de Cissa Baini, Ana Lúcia Alt e Deco Rodrigues. O vídeo é dedicado – in memoriam – ao colaborador da obra Carlos Adão Lopes Farias. No segundo, etapas da obra, depoimentos de Vagner Vargas e Diclea Ferreira de Souza, e apresentação da invernada adulta da União Gaúcha. No terceiro, textos de Aldyr Garcia Schlee – homenageado in memoriam -, com depoimento do filho Andrey Schlee – ex-diretor do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), entre 2012 e 19 -, e da arquiteta uruguaia Annie Rodriguez Fernandes, diretora do Theatro entre 2006 e 11. A atriz Jane Lopes interpreta monólogo extraído da peça “Dom Leandro e os Sendeiros do Sangue”, de Valter Sobreiro Jr. O Tholl também participa. E no quarto episódio, homenagem à poetisa Helena Ortiz – falecida em 2019. Depoimentos de Lucio Vasconcellos, Cátia Amaral e Clementina Conceição. Solos dos bailarinos Caroline Gomes e Diego dos Santos, da Cia. de Dança Tavane Viana.

Invernada adulta da União Gaúcha no segundo vídeo da programação

PRODUÇÃO conta com apoio da Prefeitura, Secretaria Especial da Cultura, Ministério do Turismo, Josapar e Madeirão Florestal. Direção cênica de Roberta Pires, curadoria artística e das entrevistas é de Ana Lúca Alt, e a direção artística a cargo de Fabiana Lima.

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções