Diário da Manhã

sábado, 21 de maio de 2022

Notícias

Trailer da Vacina imuniza público adulto na próxima semana

Trailer da Vacina imuniza público adulto na próxima semana
11 maio
09:02 2022

Entre os dias 16 e 20, estarão disponíveis vacinas contra a Covid-19, gripe, dT, sarampo, tríplice viral e hepatite na unidade móvel

Prefeitura de Pelotas informa o itinerário do Trailer da Vacina para a próxima semana. Entre segunda-feira (16) e sexta-feira (20), das 10 às 18h, serão atendidas as regiões do Areal, Fragata e Laranjal. Estarão disponíveis, para o público adulto, as vacinas contra a Covid-19 e outras do Calendário de Vacinação, como Influenza (gripe), Sarampo, Hepatite B, Tríplice Viral e dT (Difteria e Tétano). As pessoas devem apresentar a Carteira de Vacinação, para que o profissional avalie a situação vacinal, e um documento de identificação.

Adolescentes também poderão ser imunizados no Trailer. A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) informa que a vacina da Pfizer estará disponível somente para a segunda dose do público de 12 a 17 anos de idade. Adolescentes imunossuprimidos, gestantes e puérperas também poderão iniciar ou completar o esquema vacinal com o imunizante. Veja abaixo o cronograma completo.

Confira os locais atendidos pelo Trailer

  • Segunda-feira (16): rua Edith Echenique da Silva, 134 (antiga rua 12), Bom Jesus — Areal
  • Terça-feira (17): avenida Rio Grande do Sul, 1.505 — Laranjal
  • Quarta-feira (18): avenida Visconde da Graça, 743, Simões Lopes — Fragata
  • Quinta-feira (19): rua Doutor Arnaldo da Silva Ferreira, 240 (antigo estacionamento do supermercado Pois Pois), Guabiroba — Fragata
  • Sexta-feira (20): rua Carlos Gotuzzo Giacoboni, 70 — Fragata

Influenza Trivalente (atende às cepas H1N1, H3N2 e B-Victoria)

Disponível para gestantes, puérperas, povos indígenas, trabalhadores da educação, pessoas com comorbidades, com deficiência permanente, caminhoneiros, trabalhadores de transporte coletivo rodoviário de passageiros urbano e de longo curso, trabalhadores portuários, forças de segurança e salvamento, Forças Armadas, funcionários do sistema prisional, população privada de liberdade, adolescentes e jovens em medidas socioeducativas.

* A imunização dos idosos com 60 anos ou mais e trabalhadores da área da saúde continua.

Sarampo

Disponível para trabalhadores da área da saúde.

Documentação necessária para vacinação contra Covid-19

Faixa etária de 12 a 17 anos

Para 1ª ou 2ª dose

– Comprovante de residência

– Documento de identidade

– Cartão SUS ou CPF

– Carteira de Vacinação para comprovar a primeira dose (para quem vai receber a segunda)

Para 3ª ou 4ª dose — imunossuprimidos

– Documento de identidade

– Carteira de Vacinação (de modo a comprovar o intervalo entre as doses) ou a Carteira de Vacinação Digital emitida pelo Aplicativo Conecte SUS

– Atestado-padrão (disponível neste link — https://www.pelotas.com.br/coronavirus, no menu vacinação > documentos)

Faixa etária a partir de 18 anos

Para 1ª ou 2ª dose

– Comprovante de residência

– Documento de identidade

– Cartão SUS ou CPF

– Carteira de Vacinação para comprovar a primeira dose (para quem vai receber a segunda)

Para 3ª dose e reforço da Janssen

– Documento de identidade

– Carteira de Vacinação (para comprovar as duas doses ou esquema vacinal completo, com quatro meses de intervalo desde a última aplicação) para CoronaVac, Astrazeneca e Pfizer ou a Carteira de Vacinação Digital emitida pelo Aplicativo Conecte SUS

Para 4ª dose – idosos com 70 anos ou mais

– Documento de identidade

– Cartão do SUS ou CPF

– Carteira de Vacinação para comprovar a 3ª dose há quatro meses ou mais

Para 4ª dose — imunossuprimidos

– Documento de identidade

– Carteira de Vacinação (de modo a comprovar a imunização com a terceira dose há quatro meses) ou a Carteira de Vacinação Digital emitida pelo Aplicativo Conecte SUS

– Atestado-padrão (disponível neste link — https://www.pelotas.com.br/coronavirus, no menu vacinação > documentos)

Orientações da SMS

A SMS esclarece que, como regra, todas as vacinas recomendadas no Calendário Nacional de Vacinação podem ser aplicadas no mesmo dia. Não é mais preciso aguardar o intervalo mínimo de 14 dias entre a aplicação do imunizante contra a Covid-19 e qualquer outro do calendário.

Continua a orientação às pessoas com sintomas gripais para não comparecerem para vacinação. O mesmo vale para quem tiver positivado para o coronavírus. É necessário aguardar 30 dias do início dos sintomas para receber a aplicação.

Crianças que iniciaram o esquema vacinal contra a Covid-19 e, no intervalo entre a primeira e a segunda dose, completaram 12 anos, obrigatoriamente devem concluir o esquema com a vacina pediátrica.

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções