Diário da Manhã

segunda, 10 de dezembro de 2018

Notícias

ASSÉDIO : Cleiton discute futuro

04 abril
09:04 2014

Meia revela propostas e admite possibilidade de jogar fora do estado

Cleiton destaca o bom momento na equipe do Brasil, com títulos e titularidade absoluta Foto: Alisson Assumpção/DM

Cleiton destaca o bom momento na equipe do Brasil, com títulos e titularidade absoluta
Foto: Alisson Assumpção/DM

A maioria dos jogadores do Brasil saiu valorizada do Campeonato Gaúcho. A consequência disso é o aparecimento de propostas, especialmente de equipes que se preparam para a disputa do Brasileiro. O meia Cleiton é um desses que vêm sendo assediados. Nesta quinta-feira, ele se reuniu com a diretoria do clube para discutir seu futuro. O contrato com o Xavante vai até 31 de maio.

Cleiton esteve nos planos do Novo Hamburgo para a disputa da Copa do Brasil. O time anilado joga pela primeira fase da competição nacional, contra o Joinville, nos dias 9 e 23 de abril. Mas não houve acerto. Segundo o jogador, o desacordo se deu entre os dois clubes – exatamente pelo fato dele ter contrato em vigência com o Brasil.

O Juventude teria também manifestado ao desejo de contratar o meio-campista. Cleiton garante que não foi procurado pelo time caxiense. “Existem várias possibilidades para jogar fora do estado, que estão sendo tratadas pelo meu empresário (Lucas Capra). Mas primeiro tenho que resolver minha situação com o Brasil”, diz. O representante do jogador estará em Pelotas nesta sexta-feira.

O diretor executivo do Brasil, Fabrício Marin, nega a hipótese de haver rescisão de contrato. Ele diz que o jogador só sai agora se houver o pagamento da multa rescisória. “Nossa intenção é manter a base, mas sabemos que vamos perder alguns jogadores”, afirma.

Com o técnico Rogério Zimmermann, Cleiton de Oliveira Velasques, 27 anos, alcançou seu melhor momento na carreira. “Analiso minha passagem pelo Brasil como um todo. Um ano e meio muito bom, com o acesso para a primeira divisão, a boa campanha no Campeonato Gaúcho e os títulos que conquistei aqui”, comenta o meio-campista, que chegou ao Bento Freitas em março de 2013. Venceu a desconfiança para se transformar num titular absoluto na equipe rubro-negra.

CT fica pronto até o fim do ano

A necessidade de um Centro de Treinamento (CT) voltou a ser assunto nos últimos dias. Uma prioridade. O crescimento do clube – inclusive, como formador de jogadores na base – passa pela existência de campos para treinos. A obra está em andamento desde 2012 na Sanga Funda. A execução vem sendo feita pela Associação União Xavante (entidade criada para buscar recursos financeiros e aplicá-los na construção do CT). O presidente da associação é empresário Paulo Moreira.

Hamilton Santos, que integra a comissão de obras da associação, revela que a ideia é entregar os cinco campos de treinos em condições de uso no final do ano. “O terreno dos cinco campos já foram nivelados. Agora, estamos trabalhando na parte elétrica e, depois, vamos buscar dinheiro para comprar a grama e fazer a plantação nos campos”, explica.

O projeto total tem orçamento que pode chegar aos R$ 3 milhões, pois inclui até um hotel para a concentração dos jogadores na véspera das partidas. Santos informa que já foram aplicados R$ 50 mil até o momento. A necessidade é de R$ 60 mil para a colocação de grama nos campos. A drenagem é feita por inclinação do terreno, com a água escoando para um reservatório, que irá servir para irrigação dos gramados.

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções