Diário da Manhã

terça, 02 de março de 2021

Notícias

Brasil empata com CSA no penúltimo compromisso pela Série B

25 janeiro
08:57 2021

Em boa atuação, poderia ter vindo a vitória, mas Rubro-Negro levou o gol de igualdade no estádio Rei Pelé; resultado foi frustrante para o time alagoano

Por: Henrique König

Noite de sexta-feira, horário das 19h15. No estádio Rei Pelé, em Maceió, o Brasil duelou com o CSA, pela 37ª e penúltima rodada da Série B. Mesmo sem maiores pretensões na tabela de classificação, o Xavante obteve uma boa atuação, anulou o adversário na maior parte do jogo e ainda poderia ter resolvido melhor sua vida nos ataques. O placar final foi o empate: 1×1, com gols de Bruno José para o Brasil e Rafinha, de falta, pelo CSA.

O Rubro-Negro tem 49 pontos. Apesar da sólida campanha, não vai superar os 54 pontos da primeira Série B deste ciclo, em 2016, sob o comando de Rogério Zimmermann. Na última rodada, enfrenta o Vitória, no Bento Freitas, na próxima sexta-feira (29). Do lado do CSA: frustração. O time perdeu a chance de se mantar no G4 e foi ultrapassado pelo Juventude. Terá que buscar a vitória fora de casa na última rodada para tentar ultrapassar os jaconeros.

O JOGO

Sem o volante Sousa, Claudio Tencati propôs a entrada de Gustavo Cazonatti, que ajudou os zagueiros e os laterais, formando uma linha de cinco, para anular o CSA e melhorar a saída de bola. Os locais pouco assustaram no primeiro tempo. Do outro lado, o Xavante atuava querendo explorar a velocidade de Matheuzinho e Bruno José. Dellatorre começou no banco de reservas. O jogo ainda reservou a volta do atacante Jarro, que estava tratando lesão desde novembro.

Foram vários arremates de fora da área, os mais perigosos com Pablo e Matheus Oliveira. Quem resolveu foi com a lei do ex. Bruno José, que já havia atuado pelo CSA em temporada anterior, conduziu a bola em velocidade, arriscou de fora da área e fez: 1×0.

No segundo tempo, o CSA estava pelo tudo ou nada e atacou mais, mas, mesmo assim, com pouca inspiração. Foram muitos cruzamentos rechaçados. Héverton fez uma boa partida na zaga. O gol veio em cobrança de falta. De longe, o lateral-esquerdo Rafinha cobrou com força, a bola ainda desviou em Rodrigo Pimpão e não deu chances a Marcelo, o goleiro subido das categorias de base,

que novamente aprovou em sua atuação. Ele já havia defendido o Brasil no 0x0 com o América Mineiro.

No final do jogo, o CSA ainda acertou uma bola no travessão, mas a jogada estava paralisada com impedimento. Foram muitas posições adiantadas registradas pelo assistente de arbitragem.

Em nova igualdade, o Brasil caminha mais um ponto no tabuleiro. É 11º colocado, com 49 pontos. O CSA é 5º com 57, um a menos que o Juventude na luta pelo acesso. Chapecoense, América Mineiro e Cuiabá já atingiram o objetivo de subir.

FICHA TÉCNICA: CSA 1×1 BRASIL

CSA: Mateus Mendes; Diego Renan (Norberto), Cleberson, Luciano Castan e Rafinha; Geovane, Yago, Nadson, Gabriel, Rodrigo Pimpão (Rone) e Pedro Lucas (Pedro Jr). Técnico: Mozart Santos.

BRASIL: Marcelo; Felipe (Rodrigo Ferreira), Héverton, Diego Ivo, Gustavo Cazonatti e Mateus Mendes; Pablo, Bruno Matias (Rafael Vinicius), Matheus Oliveira (Dellatorre), Bruno José (Jarro) e Matheuzinho. Técnico: Claudio Tencati.

  • ÁRBITRO: Rodolfo Marques (PR)
  • GOLS: Bruno José (BRA) e Rafinha (CSA)
  • Partida válida pela 37ª rodada da Série B, disputada no estádio Rei Pelé, em Maceió (AL)

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções