Diário da Manhã

quinta, 23 de setembro de 2021

Notícias

Em busca do resgate após Tencati

30 julho
10:20 2021

Por: Henrique König

Eram 15h50 da quinta-feira (29) em Pelotas. O GE Brasil anunciou a saída de Claudio Tencati do comando técnico da equipe, por meio de nota oficial. As mudanças se faziam necessárias sobre o estádio Bento Freitas, com os questionamentos à direção pelo grupo de atletas formado, aos jogadores, pelo baixo rendimento, e ao treinador, por não encontrar as soluções para virem as vitórias. Em comum acordo, Claudio deixa o clube e segue para novos projetos pessoais.

Claudio assumiu bem após Hemerson Maria em 2020: e em 2021, com menos qualidade de elenco e menos pontos, quem será o “Tencati” após Tencati?
Foto: Carlos Insaurriaga

NA HISTÓRIA: Tencati havia chegado ao Brasil em 2020, ao final do primeiro turno da Série B. Conseguiu capitanear o que o time podia render após a saída de Hemerson Maria, com o elenco pronto e mais qualificado do que o da atual temporada. O Xavante escapou do rebaixamento com antecedência, mas depois não somou mais resultados positivos. Sua permanência ocorreu com suspense, pois Tencati queria garantias, como o recebimento dos salários em dia, o que não vinha ocorrendo ao final da gestão Ricardo Fonseca. Em acordo com a nova direção, do presidente Nilton Pinheiro, o paranaense seguiu treinador na Baixada, para a temporada 2021.

Mas desde o Campeonato Gaúcho, o rendimento junto ao grupo de atletas formado com as escolhas não foi satisfatório. Nos 11 jogos do Gauchão, apenas três vitórias. Na Série B 2021, foram 14 jogos e 12 pontos, com duas vitórias, seis empates e seis derrotas. Aproveitamento de 28,6% na segunda divisão.

NILTON PINHEIRO: “A saída do Tencati foi em comum acordo. A iniciativa partiu dele e ele tem novos projetos pessoais pela frente. Como legado, nos deixou com profissionalismo de alto nível, caráter muito grande e envolvimento com o clube 24 horas por dia. Futebol tem isso de partidas. Há treinadores que vieram e retornaram. Então, da minha parte, ele tem a mais alta estima. Conversamos longamente, foi difícil, mas a vida segue e desejo sucesso a ele.” Além de Claudio Tencati, o auxiliar Aléssio Antunes também deixa o clube. O executivo de futebol, Fernando Leite está com problema de saúde na família e afastado do Xavante neste momento para resolver essa questão. Ele será desligado do Brasil.

“Nosso objetivo é nos mantermos na Série B ao fim de novembro e, nisso, nos reestruturarmos para outros passos”, afirmou Nilton, em um trabalho que busca ampliar a importância da base do clube, por exemplo. Contra o Sampaio Corrêa, no sábado (31), 19h, pela 15ª rodada da Série B, o ex-zagueiro e auxiliar Cirilo será o técnico interino do Xavante. Nilton Pinheiro encerrou admitindo que Hélio Vieira será o novo coordenador técnico do Brasil. E o nome do novo treinador ainda será visto pela direção rubro-negra. Segundo o presidente, muitos nomes foram oferecidos ao clube.

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções