Diário da Manhã

quinta, 23 de setembro de 2021

Notícias

JOGO MALUCO NO RIO : Nogueira salva, Erison marca, mas Brasil leva empate do Vasco

06 setembro
08:48 2021

Goleiro defende seu segundo pênalti na B, centroavante balança a rede, Vasco tem gol anulado, mas Daniel Amorim define igualdade que atrasa campanha xavante

Por: Henrique König

Em jogo novamente com o VAR em evidência, o Brasil terminou empatado com o Vasco da Gama, por 1×1, no estádio São Januário, na noite de sexta-feira (3). Matheus Nogueira defendeu pênalti, Erison abriu o placar, mas Daniel Amorim, de cabeça, definiu a igualdade contra os cariocas.

Com o empate, o Xavante é 19º colocado, com 15 pontos. O Cruz-Maltino subiu para 32 pontos, com o 9º lugar, ainda longe do G4.

No primeiro tempo, o Brasil concentrou-se na marcação. Procurava tirar os espaços do Vasco, que tinha a posse de bola. Os locais gostaram de atuar pela direita de ataque, contra a marcação dos jovens Kevin e João Siqueira. O goleiro Matheus Nogueira salvou o Brasil três vezes. A primeira em disparo de Gabriel Pec, a segunda e a terceira em chutes cruzados de Leo Jabá. Do outro lado, Vanderlei defendeu chutes de longe, um deles de Romulo, esquentando a mão.

Vasco forneceu chances, mas Brasil novamente não soube aproveitar e amarga terceiro empate seguido
Foto: Rafael Ribeiro / CRVG

Faltava organização do Brasil para aproveitar as brechas que o Vasco deixava. Sem Rildo, com Bruno Matias combatendo pelo meio, faltava criação de jogadas. O árbitro Alisson Furtado ainda inventava um pênalti em Leo Matos. Ainda bem que dessa vez o VAR chamou e ele corretamente mudou de ideia, mantendo o placar em 0x0 no primeiro tempo.

Na etapa final, sucessão incrível de acontecimentos. Tudo começou aos 6’. Arthur Henrique derrubou o recém-ingresso Morato. Pênalti cobrado por Germán Cano e defesa firme de Matheus Nogueira, mantendo o 0x0. Se o goleiro xavante salvou, o do Vasco entregou. Vanderlei errou na saída de jogo, Netto finalizou, o arqueiro deu rebote e o camisa 9 Erison chutou de canhota para o fundo das redes: 1×0 para o Brasil. Segundo gol de Erison em dois jogos de titular.

A partir disso, Cléber Gaúcho recuou o time com muitos zagueiros. Entraram Héverton e Alan Dias. O Vasco cobrou uma falta no poste e, no rebote, empurrou a bola para rede. Mas o VAR, na polêmica, manteve a decisão de campo: impedimento. Só que o Cruz-Maltino achou outro gol. Escanteio da direita e Daniel Amorim subiu para cabecear para as redes, decretando o 1×1 no São Januário. Balde de água fria novamente. O jogo foi até os 56 minutos de segundo tempo, mas terminou mesmo empatado.

O Xavante segue sem vencer com Cléber Gaúcho, sem vencer fora de casa e completa 10 jogos sem vitória. Entretanto, são três empates consecutivos.

FICHA TÉCNICA: VASCO 1 x1 BRASIL

VASCO: Vanderlei; Leo Matos, Miranda, Leandro Castan e Zeca; Caio Lopes (Matias Galarza), Andrey, Marquinhos Gabriel (Figueiredo), Gabriel Pec (Morato), Leo Jaba e Germán Cano (Daniel Amorim). Técnico: Lisca.

BRASIL: Matheus Nogueira; Vidal, Arthur, Ícaro e João Siqueira; Diego Gomes (Alan Dias), Romulo (Terra), Bruno Matias, Netto (Héverton), Kevin (Rone) e Erison (Caio Rangel). Técnico: Cléber.

  • ÁRBITRO: Alisson Furtado (TO)
  • Partida válida pela 22ª rodada da Série B do Brasileiro.

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções