Diário da Manhã

terça, 30 de novembro de 2021

Notícias

Últimas fichas de salvação em Salvador

22 outubro
08:27 2021

No sábado, Xavante precisa vencer na capital baiana para ainda ter chances de permanecer na Série B

O Brasil está a caminho de Salvador, onde, no sábado (23), encara o Vitória, pela 31ª rodada da Série B do Brasileiro. O Xavante é o último colocado com 20 pontos, necessitando vencer e vencer para ainda postular a possibilidade de sair da zona de rebaixamento.

Vidal, autor do gol do triunfo sobre o Vitória, deve voltar à titularidade
Foto: Carlos Insaurriaga / GE Brasil

Apesar da situação na tabela, o treinador Jerson Testoni procura trabalhar jogo a jogo: “atuamos pela tradição do clube, pela torcida, pela nossa dignidade, pelos nossos familiares, pelo nosso futuro. Estamos avaliando todo o grupo, de forma cautelosa, malha fina para reduzir os erros na próxima temporada. Mas não tenho o que reclamar do grupo, eles estão treinando ao máximo”.

Para enfrentar o também desesperado, 18º colocado Vitória, o Xavante tem o desfalque do zagueiro Ícaro, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Alan Dias e Héverton são os principais candidatos à vaga. Após atuação ruim de Oliveira diante do Vila Nova, Vidal, que entrou na segunda metade da partida de dois dias, deve manter a titularidade na direita.

“É uma semana produtiva, quando procuramos ajustar situações que precisamos melhorar, até porque estou em um início de trabalho. As coisas não são da noite para o dia. Precisamos melhorar a iniciação com a bola. A pressão pós-perda de bola já estamos fazendo, mas procuramos ajustar movimentações ofensivas e chegadas à área com mais força para criar chances”, relatou Testoni.

Pelos lados do Vitória, o time de Wagner Lopes reencontrou a torcida na pré-Copa do Nordeste e venceu o Itabaiana por 3×0, para amenizar a crise. Mas de nada adianta se o Rubro-Negro baiano não reagir na Série B, pois pode voltar para Série C, competição que disputou apenas em 2006.

Na base Xavante, o técnico Felipe Bilhalva, conhecido como Bolinha, da categoria Sub17, após anunciar seu retorno ao clube no começo de outubro, está fora da base rubro-negra mais uma vez. Bolinha foi um dos principais responsáveis pela retomada das categorias jovens do clube, estando com o Brasil de 2016 até junho de 2021 – quando houve a chegada da Growth Sport Academy, empresa que gerencia a base. Por ordem da gestora, como ele ainda não havia assinado contrato de retorno, está novamente fora.

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções