Diário da Manhã

domingo, 24 de janeiro de 2021

Notícias

 Mais recentes

VITÓRIA REDENTORA : Pelotas consegue virada espetacular sobre líder Novorizontino e sonha na Série D

VITÓRIA REDENTORA : Pelotas consegue virada espetacular sobre líder Novorizontino e sonha na Série D
23 novembro
08:39 2020

Lobo reverte placar de 3×1 contra para 4×3 a favor e só depende de si para avançar ao mata-mata; Na última rodada, enfrenta o Marcílio Dias fora

Por: Henrique König

O segundo tempo de Pelotas e Novorizontino entra para história dos campeonatos nacionais. O Lobo saiu na frente, chegou a estar perdendo por 3×1 e acabou virando espetacularmente para 4×3 nos minutos finais. O resultado derrubou a invencibilidade dos paulistas, traz redenção na tabela e motivação para buscar a vaga na última rodada. Com o triunfo, o Pelotas sobe aos 20 pontos, é vice-líder do Grupo 8 e depende só de si em Itajaí, quando enfrenta o Marcílio Dias, que também tenta a classificação. Em caso de empate em Santa Catarina, o Lobo avança. Uma derrota complica a situação áureo-cerúlea, então é preciso estar atento na rodada final.

Fotos: Giancarlo Santorum / Especial EC Pelotas / Diário da Manhã

Na Boca do Lobo, um sábado de decisão, embora a torcida siga ausente do estádio mais antigo do país. O primeiro tempo foi morno, com poucas chances. A etapa final, pelo contrário, começou com tudo. O volante Moisés abriu o placar para o Lobo aos 4 minutos.

O Novorizontino, porém, tinha a melhor campanha disparada da Série D, entre todos os oito grupos. Veio a Pelotas com nove vitórias e três empates, invicto no torneio. O Tigre paulista empatou com Caíque, virou com Cléo Silva e o meia Pereira, ex-Xavante, já aos 36 minutos, abriu 3×1 no placar. Parecia a pá por cima do Lobo.

Mas o time da casa não desistiu. O Áureo-Cerúleo, que já havia protagonizado a maior goleada do torneio, 9×0 sobre o abalado São Caetano, dessa vez passou pelo líder. Juliano, vindo do banco de reservas, recebeu de Marcelo aos 40’ e descontou. De novo o assistente Marcelo, que chegou a ser dúvida para partida: ele cruzou e Bruninho, mostrando oportunismo como opção no ataque, aos 43’, empatar o jogo: 3×3. E o centroavante Marcão, contratado para artilheiro, no estouro do tempo

regulamentar, fez a festa mudar de lado. Final, na Boca do Lobo: Pelotas 4×3 Novorizontino.

Na última rodada, duelo decisivo em Itajaí: Marcílio Dias x Pelotas. O Lobo busca ao menos o empate para avançar ao mata-mata. Uma derrota complica, já que seria ultrapassado pelo próprio Marcílio, além dos adversários diretos Caxias e São Luiz enfrentarem os lanternas e eliminados São Caetano e Tubarão. O Lobo precisa pontuar na terra do Marinheiro catarinense.

PELOTAS: Renan; Marcelo, Gabriel Silva, Fábio Alemão e Gabiga; Moisés, Ramires (Bruninho), Itaqui, Hugo Sanches (Juninho), Ariel (Matheus Goiano) e Marcão. Técnico: Ricardo Colbachini.

NOVORIZONTINO: Giovanni; Nando, Caíque, Adriano, Willian, Reverson, Diogo Sodré, Pereira, Igor Goularte, Elvinho e Batista. Técnico: Willian Sander.

  • GOLS: Moisés, Juliano, Bruninho e Marcão (PEL) | Caíque, Cléo Silva e Pereira (NOV)
  • Partida válida pela 13ª rodada do Grupo 8 da Série D, disputada na Boca do Lobo, em Pelotas

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções