Diário da Manhã

domingo, 01 de agosto de 2021

Notícias

 Mais recentes

Brasil vence o Vitória e respira fora da zona de rebaixamento

19 julho
09:09 2021

Xavante conquistou segundo triunfo na Série B do Brasileiro e ultrapassou o adversário direto na tabela, ampliando a crise dos baianos, que completam um mês sem ganhar

Por: Henrique König

Foi no sábado (17), em jogo matinal no estádio Bento Freitas. O Brasil sabia da necessidade de triunfar diante do Vitória e conseguiu. Com o gol marcado pelo lateral direito Vidal, que retornou à equipe, o Xavante subiu aos 11 pontos, saindo da zona de rebaixamento para a 15ª posição, ultrapassando o adversário baiano e também ao Cruzeiro na classificação.

No próximo compromisso, o Brasil sai para enfrentar o líder Náutico, no estádio dos Aflitos, em Recife. O Alvirrubro, famoso Timbu, está invicto na competição, através de sete vitórias e cinco empates. Nesta rodada, o Náutico ficou no empate com o Vasco, jogando no Rio de Janeiro.

No Bento Freitas, o Xavante estava pressionado, pois tinha somente a vitória sobre o Goiás nesta Série B. Em jogo pela manhã de sábado, o tempo começou a ficar bom para o Brasil, a exemplo do triunfo conquistado sobre o mesmo EC Vitória, durante o primeiro turno do Brasileirão 2019. Naquela ocasião, o garoto Cristian, hoje no Zorya, da Ucrânia, marcou seu primeiro gol profissional.

Coube ao lateral-direito Vidal a missão de colocar a bola na rede. No primeiro tempo, em escanteio da direita, o jogador que regressou ao time após período no departamento médico, acertou o chute, que ainda contou com desvio para dar nenhuma chance ao goleiro Ronaldo: 1×0.

Xavante conquistou segundo triunfo na Série B do Brasileiro e ultrapassou o adversário direto na tabela, ampliando a crise dos baianos, que completam um mês sem ganhar

A pressão do Rubro-Negro baiano foi grande. Sem Ícaro e Héverton, zagueiros que estavam suspensos, o técnico Claudio Tencati voltou com a formação de dois zagueiros, com Camilo e Arthur Henrique. Mas Arthur sentiu lesão ainda no fim da etapa inicial. Precisou ser substituído por Alan Dias, que havia jogado somente em oportunidade no Gauchão. Apesar do susto, a zaga conseguiu passar sem levar gols, de lençóis limpos pelo segundo jogo consecutivo, após o empate com o Vila Nova, fora de casa, por 0x0.

O ataque não teve um senhor rendimento ainda. Fabricio estava fora do jogo, se recuperando de lesão. Quem ganhou oportunidade foi Netto, que andava ausente entre as primeiras opções de Claudio Tencati. O Vitória fez forte pressão na etapa final. Aos 8’, Eduardo mandou na área, Matheus Nogueira saiu em falso e Matheus Moraes perdeu a chance, mandando a cabeçada da bola na trave. Em outro lance, passados os 29 minutos, David girou, finalizou e Matheus Nogueira fez grande defesa, se espichando e salvando no canto.

No fim da partida, Ramon ainda recebeu uma bola do atacante Jarro, que voltou também na partida, após longo período lesionado. Ramon dominou no peito, pôs na grama, mas não finalizou em cheio e Ronaldo defendeu. Jarro havia entrado no decorrer do jogo no lugar de Luiz Fernando, jogador que tem convivido com o azar de se machucar quando inicia entre os 11. Em outra oportunidade, também teve sintomas asmáticos e precisou deixar o gramado.

Segurando o resultado do jeito que deu, contra toda a pressão baiana, o Brasil respirou aliviado pelo triunfo. Jogadores, comissão técnica e direção aproveitaram bastante o momento positivo.

A partida terminou com o Vitória com mais do que o dobro de finalizações e cabeçadas à meta, além de exatamente o dobro de escanteios (8 contra 4). O Brasil desarmou mais vezes (25 contra 19), mostrando toda a garra e o ímpeto na marcação, necessários para subir na tabela e evitar os riscos diretos do rebaixamento na Série B.

FICHA TÉCNICA: Brasil 1×0 Vitória

BRASIL: Matheus Nogueira; Vidal, Leandro Camilo, Arthur Henrique (Alan Dias) e Kevin; Romulo, Denilson (Wesley), Luiz Fernando (Jarro), Gabriel Terra (Renatinho), Netto (Gabriel Pierini) e Ramon. Técnico: Claudio Tencati.

VITÓRIA: Ronaldo; Cedric, Thalisson Kelven (João Victor), Roberto (Bruno Oliveira); Gabriel Bispo (Wesley Pionteck), Pablo, Fernando Neto (Eduardo), David e Dinei (Eron). Técnico: Ramon Menezes.

  • ÁRBITRO: Leonilson Filho, auxiliado por Lorival das Flores e Jean Marcio dos Santos
  • GOL: Vidal (BRA)
  • Partida realizada pela 12ª rodada da Série B do Brasileiro, realizada no estádio Bento Freitas, em 17 de julho

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções