Diário da Manhã

quinta, 23 de setembro de 2021

Notícias

 Mais recentes

Matemática joga contra o Xavante na parte final da Série B

Matemática joga contra o Xavante na parte final da Série B
09 setembro
08:57 2021

Por: Henrique König

O desafio é ainda não jogar a toalha. O Grêmio Esportivo Brasil vai contra todas as possibilidades para a parte final da Série B do Brasileiro. Com 16 pontos após 23 rodadas, o clube precisa mirar algo próximo aos 30 pontos nos últimos 15 jogos para escapar do rebaixamento para Série C.

Camisa 10, Rildo tenta colocar Brasil para frente no segundo turno da B
Foto: Volmer Perez / Especial / GEBrasil

Um divisor de águas foi o empate de terça-feira (7), no feriado, contra o Confiança do Sergipe. O tempo cinzento, carregado em chuva, ditou o que seria o aniversário xavante. Se a torcida fez a parte dela do lado de fora, com bandeiras, cantoria, fumaças e muito incentivo, dentro de campo a correspondência até existiu, mas foi insuficiente. Rildo marcou um golaço de falta, mas o Confiança cresceu no jogo e empatou de pênalti, com Tiago Reis. No segundo tempo, apesar da pouca criação, houve mais dois gols anulados, totalizando quatro anulações nos últimos dois jogos no Bento Freitas. Água no chopp do Rubro-Negro. A igualdade deixou Brasil e Confiança em situação de extrema urgência para reagirem na Série B.

Péssimos números na temporada: O ano de 2021 trouxe apenas cinco vitórias do Xavante. No Gauchão, venceu Esportivo, São José e São Luiz. Na Série B, derrotou o Vitória e o Goiás no primeiro turno. São cinco vitórias em um total de 34 jogos.

Na Série B, nenhuma vitória fora de casa. O próximo duelo é no sábado, dia 18, contra o Goiás. Ou seja, o Brasil está completando um turno inteiro da B com apenas o triunfo sobre o Vitória de Salvador. Em 8 rodadas, nenhuma vitória com Cléber Gaúcho, treinador campeão goiano, promissor para sua carreira, mas que não consegue apagar o grave incêndio do momento. Ele arrancou com quatro derrotas e agora são quatro empates seguidos.

Sinais de melhora: se há evolução em rendimento do Brasil, não vem acompanhada dos resultados nos jogos, que tirariam o time dessa situação. Após muitos erros na formação do elenco, alguns nomes como o meia Rildo e o atacante Erison deram resposta. O Xavante chegou a 14 gols marcados. Os piores ataques de Série B foram registrados pelo Boa Esporte 2018 e pelo Botafogo-SP de 2020, com 26 gols na competição. Com quatro gols válidos nos últimos quatro jogos, o Brasil corre para evitar essa pior marca nacional.

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções