Diário da Manhã

domingo, 15 de julho de 2018

Notícias

 Mais recentes

É PRECISO REAGIR : Hora de mostrar personalidade

10 julho
08:44 2018

Bruno Colaço entende que o grupo do Brasil necessita “fazer algo mais” para se recuperar na Série B

O Brasil passa pelo seu pior momento dos últimos cinco anos, ocupando a penúltima colocação da Série B do Campeonato Brasileiro, com 13 pontos em 14 partidas. O jogo de sexta-feira, às 18h, contra o Juventude, no Bento Freitas, ganhou o peso de uma decisão – até por ser confronto direto na luta contra o rebaixamento. O lateral esquerdo Bruno Colaço entende que é o momento de o grupo demonstrar personalidade.

“Não adianta reunir e conversar. É o momento de cada um olhar para si e procurar dar algo mais. Não resolve conversar, conversar e na hora do jogo dar uma pane, tomando gols bobos. É a hora da personalidade, de fazer algo mais”, afirma Colaço, que irá enfrentar seu ex-clube. No ano passado, ele jogou a Série B pela equipe caxiense.

O treino desta segunda-feira foi na Arena Marini. O técnico Gilmar Dal Pozzo não deve mexer muito na equipe – até porque as alternativas confiáveis não são tanta assim. Do seu primeiro para o segundo jogo, o treinador mudou a escalação em quatro posições. Talvez seja o momento de dar continuidade a uma composição de time. A alteração provável é a volta de Rafael Dumas, que cumpriu suspensão jogo passado, sendo substituindo por William Machado.

Bruno Colaço entende que é hora de falar menos e ter mais personalidade: vitória é fundamental Foto: Jonathan Silva/Assessoria GEB

Bruno Colaço entende que é hora de falar menos e ter mais personalidade: vitória é fundamental
Foto: Jonathan Silva/Assessoria GEB

O momento é também de contar com o apoio da torcida – por mais desconfiada que ela possa estar em função da má campanha, especialmente as derrotas dentro de casa. Os ingressos para assistir ao jogo de sexta-feira custam R$ 30. O Brasil tem excelente retrospecto recente contra o Juventude: ganhou os últimos três jogos (dois pela Série B do ano passado e um pelo Gauchão de 2018).

O Brasil pode contratar o lateral esquerdo Julinho, 31 anos, que está no Caxias. O time serrano foi eliminado domingo na Série D do Brasileiro.

SÉRIE B – O Guarani venceu o Coritiba por 2 a 1 nesta segunda-feira na abertura da 15ª rodada. Com o resultado, o time campineiro ingressou no G-4, com 23 pontos. O Coxa tem a mesma pontuação.

JUVENTUDE

Derrota dura duas semanas

O Juventude está amargando há 14 dias a derrota por 1 a 0 para o Vila Nova no Alfredo Jaconi. O time caxiense jogaria no final de semana com o Sampaio Correa, mas a partida foi adiada para o dia 17 de julho em decorrência da final da Copa do Nordeste – conquistada sábado pela equipe do Maranhão. A chance da recuperação só chega na sexta-feira, quando o Juventude enfrenta o Brasil no Bento Freitas.

O duelo de gaúchos é confronto direto na luta contra o rebaixamento. Em caso de vitória do Brasil, o Juventude entra no Z-4, porque será superando no número de vitórias (quatro a três), embora os dois fiquem com os mesmos 16 pontos. É verdade que a equipe de Caxias do Sul terá uma partida a menos – justamente a diante do Sampaio Correa.

O curioso é que o Juventude – antes de perder para o Vila Nova – ficou invicto por nove partidas. Não conseguiu avançar na tabela de classificação, porque marcou passos com praticamente a soma de um ponto por rodada. Foram duas vitórias e sete empates.

O intervalo de 17 dias sem jogo foi favorável ao técnico Julinho Camargo para a recuperação de atletas que estavam lesionados. Nesse período, cinco jogadores passaram pelo departamento médico: Matheus Cavichiolli, Felipe Mattioni, Neuton, Pará e Leandro Lima.

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções