Diário da Manhã

quinta, 27 de fevereiro de 2020

Notícias

 Mais recentes

MUNICIPÁRIOS : Servidores municipais iniciam mobilização com paralisação

MUNICIPÁRIOS : Servidores municipais iniciam mobilização com paralisação
21 maio
09:19 2014

De hoje até sexta-feira serão diversas atividades focadas nas reivindicações ao Executivo Municipal

Servidores da prefeitura iniciam hoje paralisação de três dias com diversas atividades que poderão culminar com greve a partir de segunda-feira.

Os servidores públicos municipais de Pelotas começam hoje a mobilização aprovada em assembleia da categoria na semana passada. Eles paralisam nesta quarta-feira, amanhã e sexta-feira em protesto ao não atendimento de suas reivindicações referentes ao reajuste salarial dada-base maio. As atividades promovidas pelo Sindicato dos Municipários de Pelotas (Simp) terão inicio com encontro na Câmara Municipal.

HOJE: 9h, concentração e mobilização na Câmara de Vereadores, para solicitar o apoio do Legislativo às reivindicações dos trabalhadores, com o trancamento da pauta de votações de todo e qualquer projeto de lei de iniciativa do Executivo até o final das negociações entre o Simp e a Prefeitura, além da formação de uma comissão de vereadores, para tentar avançar nas propostas com base no orçamento aprovado;

Mobilização começa na Câmara

Mobilização começa na Câmara

AMANHÃ: mobilização em frente à Prefeitura com o fechamento da rua, a partir das 14 horas, com busca de nova reunião de negociação, desta vez também com a presença da comissão de vereadores;

SEXTA-FEIRA: – marcha dos municipários, para a qual estão convidados os servidopres do SANEP que estão em greve, e da ETERPel, que deliberará quanto a deflagração da greve na assembleia de amanhã; a concentração será no altar da pátria, às 14h30min, e saída às 15 horas, com itinerário a ser definido;

SEGUNDA-FEIRA: assembleia geral da categoria no auditório do Colégio Municipal Pelotense, com primeira chamada às 9h30min e segunda às 10h, para avaliação e deliberação quanto aos rumos do movimento.

A DIFERENÇA entre o reajuste pedido pelos servidores e a contraproposta do Executivo Municipal é de 6,2%. Enquanto a categoria pede 12,5% de reajuste salarial, os gestores municipais oferecerem 6,3%. No vale-alimentação, a pedida é um reajuste de R$ 100,00, que passaria os atuais R$ 130,00 para R$ 230,00. O Executivo oferece R$ 10,00 de reajuste.

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções